quinta-feira, 5 de maio de 2011

A Bunda Dura (Arnaldo Jabor)

Li esse texto e achei a mais pura verdade. Seria muito bom que a maioria dos homens pensassem assim.


"É melhor você ter uma mulher engraçada do que linda, que sempre te acompanha nas festas, adora uma cerveja, gosta de futebol, prefere andar de chinelo e vestidinho, ou então calça jeans desbotada e camiseta básica, faz academia quando dá, come carne, é simpática, não liga pra grana, só quer uma vida tranqüila e saudável, é desencanada e adora dar risada.
Ruim é ter uma mulher perfeitinha, que não curte nada, se veste feito um manequim de vitrine, nunca toma porre e só sabe contar até quinze, que é até onde chega a sequência de bíceps e tríceps.

Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa. Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira.
Pode até ser meio mal educada quando você larga a cueca no meio da sala, mas e daí?

Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução. Mas ainda não criaram um remédio pra FUTILIDADE!"

"E não se esqueça... Mulher bonita demais e melancia grande, ninguém come sozinho!!!!!"

Arnaldo Jabor

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Desabafo...

Tudo o que mais queria agora é estar perto das pessoas que amo, não estar sentindo isso.
Hoje, parece que está tudo nebuloso, um tanto cinza, apesar de o dia estar de um azul límpido e o vento soprar tão agradavelmente. E isso só me faz lembrar ainda mais o lugar de onde eu venho.
Faltam a mim os abraços, os sorrisos das pessoas, o aconchego e o carinho dos meus bichinhos.

Sinto, hoje mais do que qualquer outro dia, o peso da escolha que fiz. Tudo poderia ser mais leve, tranquilo, mas não! Escolhi o caminho mais duro e mais difícil.

Acredito, ainda na esperança que aprendi a ter ao longo dos anos, que o futuro possa ser um tanto mais gentil comigo.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Quando penso...



Quando penso que te amei, vejo que te amo mais do que penso.
Que já não consigo mais sem tua presença
Do meu lado, ainda que distante estejas.

Lembro teu rosto, sinto o toque, tua boca, teu beijo
O jeito gostoso de me acalentar nos braços
De me trazer pra perto do peito

Do sussuro quente ao pé do ouvido,
A ânsia pelo mundo novo.
O mar num calor embravecido.

                                                          Andrezza Ribeiro Menezes
                                                                            25/03/2011


E o que a gente faz com a saudade? Ô coisinha danada pra doer...!!!

domingo, 23 de janeiro de 2011

Tarde regada a Coldplay...

... Curtindo meu dia de fossa...
Parece que o mundo se virou contra mim.
O quanto custa ser feliz... sei que tenho que lutar mais e mais mesmo não bastando quantas batalhas eu vença.
Dias regados a suor pelo tempo e do tempo.

Só queria agora um abraço forte. Bastava isso e me confortaria. Traria de volta a energia que teimou em escapar.

Ainda bem que tenho Mike aqui pertinho de mim.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Versus

Ao mesmo tempo eu sou nada e sou tudo o que tenho para mim.
Ao mesmo tempo que existo, inexisto dentro de mim.
Tudo tem seu preço, seu lugar no mundo, sua própria esfera de inexistência, sua essência.
A essência do ser é a representação do ser em si mesmo.
Preciso fazer o belo daquilo de feio que tenho.
Eu me amo ao mesmo tempo em que me odeio.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

A Rosa ...


Ainda, toda vez que vejo e ouço essa música, confesso que fico embriagada com a doçura e a sutileza que ela tem, o jeito que ela tem de embalar o meu coração em seu momento mais desatento, um suspiro profundo.